Tag Archive | cursos no exterior

A história da bandeira dos Estados Unidos

Já que fizemos um post sobre a curiosa origem da bandeira do Canadá, por que não fazer um também sobre a origem da bandeira dos Estados Unidos. Aqueles que fazem um intercâmbio para os Estados Unidos verão a importância deste símbolo para os americanos, estampando carros, casas, edifícios, mais que qualquer outro país do mundo.

Bandeira americana em um jogo em Nova York.

Um ano após a independência dos Estados Unidos, o dia 14 de julho de 1777 foi quando o Segundo Congresso Continental adotou a bandeira americana como símbolo máximo nacional. A bandeira atual (diferente da adotada em 1777) conta com 13 faixas horizontais nas cores vermelho e branco (representando as 13 colônias que lutaram contra a monarquia inglesa) e um retângulo azul com 50 estrelas brancas representando os 50 estados americanos. As cores também foram escolhidas para representar valores da nação, sendo o vermelho a dureza e o valor, o branco a pureza e a inocência, e o azul a justiça e perseverança. Porém a bandeira americana nem sempre teve esse formato e por isso vamos conhecer um pouco mais da sua evolução.

Por incrível que pareça a primeira bandeira levada em batalha pelos soldados americanos era de cor amarela, com uma cobra cascavel e os dizeres “Don´t tread on me” (como “não mexa comigo”), como forma de desafio a Coroa Britânica. Porém em 1775 o Segundo Congresso Continental adotou uma bandeira um mais parecida com a que conhecemos hoje, com as faixas em cores branca e vermelha, e a Union Flag (bandeira britânica) no lugar do retângulo, como forma de reparar e manter relações com a Grã Bretanha.  Porém 2 anos depois um modelo diferente seria oficializado, substituindo a Union Flag no canto superior por um retângulo azul com 13 estrelas (representando a união das 13 colônias).

Bandeira que visava aproximar os Estados Unidos do Reino Unido.

No século XIX com a guerra de secessão norte americana, os estados do sul (Confederados) viriam a adotar outro símbolo nacional, a “Stainless Banner”, porém com a derrota e a rendição do sul a bandeira seria deixada de lado (oficialmente, uma vez que é amplamente utilizada até os dias de hoje para representar o orgulho sulista). Após o fim da guerra a bandeira americana sofreu alterações somente no número de estrelas, uma vez que cada novo estado significava uma mudança na bandeira. As ultimas adições foram Alaska e Havaí, sendo que em 2007 a bandeira americana como conhecemos hoje se tornou a mais longa em vigor.

Agora você já sabe um pouco mais sobre a história e a evolução da bandeira americana, e está pronto para durante o seu intercâmbio nos Estados Unidos reconhecer todas as variações que ocorreram durante os séculos.

Flórida, o Sunshine State!

Um dos estados mais famosos e queridos pelos americanos, a Florida talvez seja uma das melhores opções para se fazer um intercâmbio nos Estados Unidos. Conhecida como o “Sunshine State”, seu clima agradável e suas belezas naturais atraem milhares de visitantes anualmente, e se você deseja estudar nos Estados Unidos sem sofrer demais com o frio, a Florida é o destino ideal. Veja por que:

  • Pelo preço abusivo das coisas no Brasil, especialmente eletrônicos, nós por necessidade sempre que vamos ao exterior nos deslumbramos com os preços atrativos e nos acabamos em compras. Pois bem, a Flórida é um dos principais destinos para compras nos Estados Unidos, com inúmeros outlets em South Beach, Sarasota, Miami e Naples.
  • Um dos motivos pelo qual a Florida é tão procurada pelos turistas americanos é a qualidade da sua vida noturna. Se você quer aproveitar o seu intercâmbio com muitas baladas, Fort Lauderdale, South Beach, e West Palm são lugares perfeitos para sair a noite e conhecer pessoas novas.
  • Para aqueles que são apaixonados por esportes, a Florida é uma verdadeira potência esportiva, com um total de 9 times profissionais (Baseball: Florida Marlins e Tampa Bay Rays; Basquete: Miami Heat e Orlando Magic; Futebol Americano: Tampa Bay Bucs, Jacksonville Jaguars e Miami Dolphins; Hóquei: Tampa Bay Lightning e Florida Panthers). Entre as pré temporadas, temporadas regulares e play offs, centenas de jogos estarão à disposição dos aficionados por esportes, e muitos com preços acessíveis (ingressos para jogos da MLB custam em média 15 USD).
  • Com mais de 10 parques naturais nacionais, se você quer natureza a Flórida é um verdadeiro paraíso. No mundialmente famoso Everglades onde você terá a possibilidade de ver de perto espécies selvagens e até pegar um jacaré (filhote, claro!!) no colo. A enorme faixa litorânea oferece excelentes lugares para passeio de buggy como o Kissimmee Prairie Preserve State Park.

 

  • Parques temáticos: um dos atrativos prediletos dos brasileiros é a Disney World e todos os parques temáticos ao seu redor. Orlando oferece os gigantescos complexos da Disney, Universal Studios, Island of Adventures e Sea World. Em Tampa está também o famoso Busch Gardens, com opções de atração para toda família. Para os dias de mais calor o Wet`n`Wild e outros parques aquáticos são uma boa pedida.
  • Além de tudo já dito não podemos esquecer também das praias. Para tudo e todos, as praias da Flórida incluem atrações para famílias, casais, crianças, viajantes solteiros, esportes aquáticos, e muita beleza. A cor da água impressiona e a areia branca e fina parece massagear nossos pés.

Se você deseja fazer um intercâmbio para os Estados Unidos, mas ainda aproveitar a viagem e manter um pouco do clima de férias, a Flórida é uma das melhores opções disponíveis, e oferece uma estada confortável, acolhedora e inesquecível.

A Colúmbia Britânica

Sempre um destino muito desejado por aqueles que optam por fazer um intercâmbio no Canadá, a Colúmbia Britânica conta com 3 destinos muito populares entre os turistas: Vancouver, Whistler e Victoria. Vancouver é uma cidade que falamos frequentemente aqui no blog e quem nos acompanha já está mais que por dentro do que a cidade tem a oferecer. Nos próximos posts falaremos das duas outras cidades, já que hoje vamos situar vocês sobre a famosa província da Colúmbia Britânica.

Victoria é uma das importantes cidades turísticas da BC.

Sendo a província mais a oeste do Canadá, seu litoral está banhado pelo gigantesco oceano pacífico, e no seu lado oriental estão as espetaculares Rocky Mountains. As paisagens são sempre deslumbrantes, e por ser lar de uma diversidade geográfica única permite diversas atividades e aventuras. Você pode escalar montanhas, fazer rafting em rios, desfrutar das praias oceânicas, explorar florestas, esquiar ou praticar snowboard, ou relaxar nos milhares de parques espalhados pela província. Você sabia que a Colúmbia Britânica é a região canadense com maior concentração de parques e areas verdes em todo país???

O clima local é temperado, e onde há montanhas há também muita neve. Renomada pela quantidade e também qualidade das pistas de esqui, a província conseguiu retomar os olhos do mundo com as Olimpíadas de Inverno de 2010, que foi um verdadeiro sucesso.

A Colúmbia Britânica com sua diversidade é um local ideal para explorar uma fauna que pouco estamos acostumados no Brasil.

Mas a Colúmbia Britânica oferece muito mais aos seus visitantes, e por ser um dos destinos turísticos mais consolidados na América do Norte, sua organização impecável e hospitalidade são também pontos altos que devem ser destacados. Sempre receptiva para estrangeiros, e, sobretudo estudantes internacionais, as 3 cidades oferecem um ambiente sofisticado e cosmopolita.

Se você quer estudar no Canadá, um intercâmbio em Vancouver é uma opção interessante e que deve ser considerada. E uma vez em Vancouver, é praticamente uma obrigação explorar e visitar as outras partes dessa província que encanta a todos pela sua beleza e hospitalidade.

Nem só de estudos vive um intercambista

Quando pensamos em estudar inglês no exterior nossas idéias sempre remetem ao ensino em sala de aula, com professor e muito estudo de gramática. Pois bem, isso é passado! Com o passar dos anos as escolas de idioma no exterior perceberam que nem só de salas de aula e livros vive um intercambista (ainda bem!!), e se você faz um intercâmbio no Canadá, por exemplo, muita diversão e lazer o aguardam. Então, como prometemos antes, dedicaremos o post de hoje para falar um pouco mais sobre as atividades extracurriculares que as escolas de idioma desenvolvem fora da sala de aula.

 Como sempre falamos por aqui, todo intercambista é também um turista e muitas vezes as pessoas só conseguem fazer seus intercâmbios nos períodos de férias escolares, universitárias ou laborais. A idéia de passar as sonhadas e merecidas férias trancado em sala de aula, com um professor, fazendo exercícios pode soar assustadora para muitos, e por isso as escolas desenvolveram formas diferentes e interativas de aprendizado. Uma vez que as aulas acontecem normalmente na parte da manhã, no período da tarde as escolas preparam um calendário de atividades para que os estudantes possam seguir praticando o idioma, e também se divertir e passear.

E quais seriam essas atividades?

Em geral, as atividades se baseiam no que a cidade tem para oferecer. Envolvem normalmente passeios guiados pela cidade (tudo em inglês e geralmente acompanhado por um professor); visita a palácios, castelos e monumentos relevantes não só locais, como também no entorno; festa de boas vindas normalmente no primeiro dia de aula; saída a noite para bares e pubs; noite do cinema; apresentações; seminários  e também excursões. Sim, excursões para que você conheça outros cidades e atrativos mais próximos.

Se pegarmos como exemplo um intercâmbio em Toronto, o calendário de atividades pode ser sempre consultado na página da escola no facebook, onde as informações estão sempre atualizadas e as fotos dos eventos são postadas. Em Toronto as atividades incluem visita as cataratas do Niágara, noite do cinema, e ida a uma partida de hóquei (Toronto Maple Leafs) ou basquete (Toronto Raptors).

Em geral, as atividades são gratuitas, porém, os estudantes devem arcar com despesas de transporte e ingressos. Excursões geralmente possuem um valor um pouco mais elevado, pois podem incluir aluguel de ônibus por parte da escola e até hospedagem em hotel.

Agora que você sabe que estudar no exterior não consiste só em sala de aula, gramática e livros, talvez seja a hora ideal de começar a planejar o seu intercâmbio em Toronto, ou qualquer outra cidade que lhe agrade (Cidade do Cabo, Londres, Dublin, Buenos Aires, Barcelona…as opções são inúmeras!!!) para aprender um idioma de forma empolgante e diferente!