Tag Archive | cursos de inglês no Canadá

Vancouver, a quarta melhor cidade do mundo para viver

Nós brasileiros muitas vezes não temos muita noção do que significa qualidade de vida. Enquanto nossas metrópoles são infestadas por carros e poluição, péssimo trânsito, transportes caros e de baixa qualidade, outras cidades do mundo se preocupam com temas como sustentabilidade, transportes coletivos, lazer coletivo, etc. Esse é o caso de Vancouver, na British Columbia. A cidade vem continuamente sendo listada como o melhor lugar do Canadá para morar, e segue ano após ano implementando novas políticas que visam melhorar a vida dos seus moradores. Se você quer fazer um intercâmbio no Canadá, desfrutar de uma qualidade de vida quase incomparável e ainda participar ativamente de toda a transformação de uma cidade, Vancouver é o destino certo!

Uma pesquisa recente indica que Vancouver é a cidade número 4 no mundo em qualidade de vida. A pesquisa avaliou vários critérios relevantes como fatores políticos, econômicos e sociais, bem como segurança, saúde, qualidade dos serviços públicos e das redes de transporte.

Linha de Skytrain em Vancouver

De todos os fatores avaliados por Vancouver, o principal motivo para maior parte das queixas contra a cidade está voltado para o elevado valor imobiliário. E realmente em relação as demais grandes cidades do país, o índice de insatisfação da população com o preço das casas é alarmante (33% em Vancouver contra 12%, 10% e 12% para Calgary, Toronto e Montreal respectivamente). A boa notícia, no entanto, é que para aqueles que buscam um intercâmbio para o Canadá, a diferença dos valores de acomodação entre as 3 principais cidades varia pouco ($185 Calgary e $230 para Vancouver e Toronto, em casa de família com 2 refeições diárias*).

Avaliando os pontos altos da cidade, a rede de transportes é extensa e muito pontual, e os valores dos bilhetes são completamente justos se compararmos com o que estamos acostumados no Brasil, sendo que o bilhete mensal de $81* lhe da acesso a todos os tipos de transporte e uso ilimitado. Outros dois pontos principais são segurança e lazer. Sendo o primeiro um dos pilares para qualidade de vida. A maioria dos moradores descreve a cidade como um lugar seguro e tranquilo, apesar de números um pouco preocupantes principalmente relacionados a assalto a propriedade. Em relação a lazer, Vancouver está entre as melhores cidades do mundo, com diversos festivais ao longo do ano e muitas areas externas ideais para desfrutar do ar puro e refrescante da cidade. O clima também ajuda muito, já que Vancouver raramente tem o frio de Toronto, nem o calor que estamos acostumados no Brasil.

A british Columbia tem a maior concentraçao de parques por m2 em toda América do Norte!

Se você deseja estudar inglês no Canadá, Vancouver deve estar entre os destinos a se considerar, por todos os fatores que falamos acima. Uma certeza que damos é que você vai voltar do seu intercâmbio em Vancouver completamente encantado com a beleza e qualidade da cidade.

*Valores referentes a 2012

A independência do Canadá

O dia 4 de julho é provavelmente o feriado mais famoso da América do Norte e nós brasileiros sabemos bastante coisa sobre a independência dos Estados Unidos através de filmes (ex: O patriota), e pelo que estudamos na escola. Mas o que sabemos sobre a independência do Canadá? Bem, muito pouca coisa. Por tanto, se você quer fazer um intercâmbio Canadá, que tal conferir um pouco mais sobre a história desse país?

Diferente de muitos países, o Canadá foi um dos poucos que alcançou sua independência através da legislação e não pelo caminho da revolução. Também não foi um processo imediato, e sim uma evolução gradativa que durou quase um século.

No século XIX, havia diversas colônias britânicas na América do Norte, de Vancouver a Newfoundland. Muitas dessas colônias já possuíam autonomia e governo próprio em meados do século. Nos anos de 1860, após diversas conferências, delegados das colônias do leste decidiram se unir em um governo federativo autônomo. Uma comitiva foi enviada ao Reino Unido para discutir e negociar a independência, jurando lealdade a Coroa. O conceito foi aceito pela Grã Bretanha, e em 1 de julho de 1867 foi aprovado o Britain North America Act, unindo diversas colônias em uma nova nação. Esta data é hoje conhecida como Canada´s Day e é um feriado nacional em celebração a independência do país.

Porém mesmo após a independência o país seguia umbilicalmente ligado ao Reino Unido. Somente após o fim da Primeira Guerra Mundial o Canadá se posicionou como nação autônoma, exigindo uma cadeira no Tratado de Versalhes, o que significava pela primeira vez o direito a exercer uma opinião a parte do Reino Unido. A Suprema Corte canadense também só foi obter caráter supremo após a Segunda Guerra Mundial, e até então apelações podiam ser levadas até a Suprema Corte britânica. O momento final de reconhecimento veio em 1982 quando houve a patriação da Constituição do Canadá, que dava plenos poderes ao Parlamento do país (até então, modificações na constituição só podiam ser feitas com a aprovação do Parlamento Britânico).

 

Monumento a Rainha Victoria, uma das protagonistas na independência canadense

No total há muitas datas e eventos que contribuíram para a independência do Canadá, e é difícil apontar a data exata da independência. O país só conseguiu sua autonomia total em 1982, mas o sentimento de nação canadense já datava de muitos anos antes. Com um intercâmbio para Canadá com certeza será possível entender o momento exato da independência, conhecendo melhor a cultura e a história do país.

Os americanos que na verdade são canadenses!

Você já parou para pensar na quantidade de artistas, celebridades, cantores e famosos que temos certeza que são americanos e sem mais nem menos, em algum programa, jornal ou reportagem descobrimos que são canadenses? Provavelmente não! Então por isso preparamos esse artigo para que você não se surpreenda mais. Se você quer fazer um intercâmbio Canadá, saiba quem é filho da terra do hóquei no gelo.

  • Comecemos então pela famosa Pamela Anderson, nascida na pequena cidade de Ladysmith, preferiu trocar o frio da Colúmbia Britânica pelas praias de Los Angeles. Aparentemente a escolha foi positiva, já que em Los Angeles sua carreira como atriz decolou com o seriado Baywatch (S.O.S. Malibu).
  • Se não há nada mais americano que motoqueiros bigodudos cruzando rodovias no deserto, montados em Harley Davidsons ao som de “Born to be wild”, repense: A banda “Steppenwolf”, autora deste famoso hino norte americano é na verdade canadense!

  • Antes de fazer uma chamada telefônica para alguém, lembre-se de agradecer ao inventor canadense Graham Bell. O homem que revolucionou a comunicação mundial inventando o telefone nasceu na Nova Escócia, uma província na região leste canadense.
  • Um dos mais aclamados nomes de Hollywood nasceu na verdade no norte de Ontário. James Cameron, mestre da ficção cientifica dirigiu dois dos maiores sucessos de bilheteria da história (e muitos outros filmes): Titanic e Avatar.
  • Temos que dar crédito também ao bom humor dos canadenses: a lenda dos filmes de comédia norte americanos Leslie Nielsen (Corra que a polícia vem aí, Mr. Magoo) nasceu na cidade de Regina, e Jim Carrey (O mentiroso, Ace Ventura) nos arredores de Toronto.

  • Voltando a música: os consagrados nomes do rock Neil Young e Bryan Adams também nasceram em Ontário, no Canadá. E Alanis Morrisette e Celine Dion também vieram do Canadá, mas essas você provavelmente já sabia!
  •  No mundo desportivo temos o ídolo de Phoenix e monstro da NBA, Steve Nash. E um dos homens mais rápidos (e controversos) da história, o corredor Ben Jonhson.

Há ainda muitas outras celebridades canadenses que ganharam fama nos Estados Unidos, como o Mr. Anderson (Keanu Reeves), o eterno jovem Michael J. Fox (De volta para o futuro), Donald e Keifer Sunderland (pai e filho), e o engraçado Mathew Perry (Friends).  A lista é longa, mas esperamos que se você pretende fazer um intercâmbio para o Canadá ao menos já saiba uma ou outra celebridade do país.

10 Atrações em Toronto que você deve conhecer!

Toronto é um dos principais destinos para estudantes que querem fazer um intercâmbio no Canadá, e se você também tem o sonho de conhecer a maior cidade canadense, veja esse TOP 10 que preparamos:

  • Torre CN – Provavelmente um dos mais famosos cartões postais da cidade e marcante na memória de quem faz um intercâmbio em Toronto , essa torre de 553,33 metros é a construção que melhor representa a cidade. Se tiver a oportunidade, vale a pena subir no elevador da torre.Torre CN
  • Prefeitura de Toronto – Construída nos anos 60, é onde se comemora o réveillon e variados festivais ao longo do ano. Se puder ir durante o inverno, a fonte que fica em frente à prefeitura é transformada em uma pista de patinação!
  • Museu Real de Ontário – Fundado em 1912, o museu se converteu no maior centro de pesquisas canadense. Com mais de 6 milhões de peças e 40 galerias, é um dos principais museus em toda América do norte.
  • Eventos Esportivos – Toronto é a principal cidade para esportes no Canadá. Com times nas principais ligas norte americanas, como o Blue Jays (Beisebol), o Raptors (Basquete), Maple Leafs (Hóquei no gelo) e Argonauts (Futebol Americano), você poderá assistir partidas em qualquer época do ano.Toronto Blue Jays
  • Ilhas de Toronto – Para fugir do trânsito e relaxar, embarque em um ferry boat e vá conhecer as ilhas de Toronto. Você pode caminhar tranquilamente, fazer um piquenique, praticar atividades, ou simplesmente aproveitar o estonteante visual.
  • Cataratas de NiagaraApesar de não estar localizada exatamente em Toronto, essa maravilha natural não pode ser esquecida. A menos de 2 horas da cidade, com opções de trem e ônibus disponíveis, é uma atração para todo um dia.
  • Compras – Aproveite a cidade para ir às compras, visitando a Yonge-Dundas Square, um dos mais movimentados pontos de Toronto. O Yorkdale Shopping e a Queenstreet West também são ótimas opções.
  • Catedrais – As catedrais vizinhas St. Michael (Católica) e St. James (Anglicana) foram construídas no século XIX e apresentam uma bonita arquitetura.
  • Casa Loma – Construída no início do século XX, tem a aparência de um majestoso castelo, e você pode explorar todo o museu, seus quartos e também os subterrâneos túneis da mansão.
  • Kensington Market – Uma região multicultural de Toronto, oferece restaurantes de todos os lugares do mundo, e para quem quer fazer um intercâmbio para o Canadá há excelentes baladas todo o ano.

Espero que tenham gostado!